terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

EMTU: Corredor de ônibus Cotia-Itapevi nem saiu do papel,prometido para 2015.

Em 2013 a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos anunciou a construção de um corredor de ônibus ligando Cotia a Itapevi, pela Estrada da Roselândia, em um projeto que faria a integração com outro corredor, entre São Paulo e Itapevi, formando um trajeto entre várias cidades e com o objetivo de encurtar as viagens do transporte público.

A obra também facilitaria o acesso dos cotianos às estações de trem da região e Capital. Na época, como mostrou o Jornal Cotia Agora, a EMTU afirmou que o início das obras seria em 2014 e com previsão de término em 2015.
Passados seis anos desde o lançamento do projeto, nada saiu do papel e a obra que facilitaria a vida de usuários do transporte caiu no esquecimento. O outro corredor, entre Itapevi e Capital já teve a maioria das obras entregues, apesar de terem sido interrompidas diversas vezes.
O Corredor Metropolitano Itapevi-Cotia ligaria os dois municípios pela Estrada da Roselândia, a partir do Terminal Metropolitano de Cotia até o Terminal Engenheiro Cardoso, fazendo conexão com o Corredor Metropolitano Itapevi-São Paulo e também com a linha 8 Diamante da CPTM em Itapevi. No projeto, a ligação entre Cotia e Itapevi teria 9,4 quilômetros de extensão, com investimento (à época) de R$ 160 milhões e previsão de atendimento de 68 mil passageiros dias.
O Governo do Estado não comenta mais sobre o assunto. O Jornal Cotia Agora entrou em contato com a EMTU que informou que todos os projetos para o transporte intermunicipal nas Regiões Metropolitanas de São Paulo estão sendo reavaliados pela direção da empresa.
No site da EMTU o projeto ainda consta da mesma forma quando foi publicado em 2013 e nem os prazos foram corrigidos ou retirados do ar.
Publicação da EMTU e no quadro vermelho as datas não cumpridas pelo Governo do Estado
Fonte: AgoraCotia

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Artigo: Rodovia Raposo Tavares - VLT-Um Sonho Possível?

Artigo publicado no https://www.mob1.one/ um novo parceiro em informações. 




Olá; Galerinha sou administrador do Blog #MOBOLIDADECOTIA, tendo informações de Cotia e Regiões e outras , assim tendo como foco o transportes coletivos e assuntos sobre nossa sociedade.

Mas bem,vamos lá.

Desde os anos 90 a cidade de Cotia vêm crescendo desordenadamente, veículos , condomínios, moradores, e isso requereu muita atenção dos gestores governantes que não se preocuparam em fazer a melhorias para os novos moradores da cidade.

No caso a unica rodovia que corta a cidade de Cotia esteve parada ops congestionada com o crescimento da população e parece ainda que não causou nenhuma preocupação para os governantes do nosso estado de São Paulo e da Cidade de Cotia.Ou seja a rodovia continua com transito caotico praticamento todos os santos dias , e ninguém tomou uma iniciativa de melhorar o transporte coletivo.

Ainda ouve se falar em faixa exclusiva para ônibus, a construção do Metrô de Butantã até Cotia, a construção do VLT Ligando Vila Sônia SP até Cotia, mas como diz o ditado isso ta parecendo Caviar ,Você sabe o que é caviar? 

Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar , então nosso caso é o mesmo só ouvimos,e sabemos o que é, já temos bons exemplos implantados nas linhas do Metrô SP ,e não podemos deixar só por promessas...



O que acham é um sonho possível ou não?. A realidade é agora , e quem faz somos nós seres humanos comprometidos com o bem...


Obrigado; Galerinha espero seus comentários, ah e não deixem de compartilhar,pois sua participação é muito importante para nossa sociedade...




Por: Carlinhos AnicetoBlogueiro

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

São Paulo: Prefeitura,disponibiliza estudo de viabilidade ambiental do Terminal de Ônibus Reserva Raposo para audiência pública

Estrutura é compensação de construtora para megacondomínio que é alvo de disputa entre a capital paulista e Osasco. Por causa do empreendimento e do terminal, a rodovia Raposo Tavares até o km 18,5 vai receber um corredor exclusivo para ônibus.

Contando com moradores, trabalhadores da região e usuários de linhas que vão fazer conexão, a estimativa é que o terminal receba de 48 mil a 50 mil pessoas por dia útil. – Reprodução do EV – Clique para Ampliar

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo disponibilizou o EVA – Estudo de Viabilidade Ambiental para a construção do Terminal de Ônibus Reserva Raposo.
A estrutura, prevista para ser localizada no km 18,5 da rodovia Raposo Tavares, é uma compensação exigida pela prefeitura de São Paulo do Grupo Rezek, responsável pela construção do megacondomínio Reserva Raposo, um bairro planejado, que ocupa uma área de 450 mil metros quadrados (450.505 metros quadrados) e deve ter 119 prédios que vão abrigar mais de 60 mil pessoas. O empreendimento, para pessoas de baixa renda, deve ser entregue entre 2021 e 2022.
Com a disponibilização do estudo, a prefeitura quer agilizar o processo de licença ambiental para o terminal de ônibus. Para isso, abriu um prazo de 45 dias para consulta e realização de audiência pública.
“O referido EVA está à disposição dos interessados para consulta e solicitação de audiência pública pelo prazo de 45 dias”
É neste período que o estudo pode receber críticas e sugestões de mudanças.
A estimativa é que 55% dos mais de 60 mil moradores do megacondomínio usarão ônibus.
Inicialmente, o prazo previsto para começar as obras do terminal era dezembro de 2018 com conclusão em dezembro de 2020. Mas problemas jurídicos e atrasos na finalização dos primeiros levantamentos para o estudo já derrubaram este cronograma.
O terminal vai ocupar uma área de 18,6 mil metros quadrados (18.659,80 metros quadrados) e o local onde vai ser instalado foi decretado como espaço de utilidade pública, passando pertencer assim ao município. A área útil será de 13,9 mil metros quadrados.
O espaço terá cinco plataformas, cada uma com largura que varia de seis a dez metros e comprimentos variando de 115 a 152 metros.
Por causa do empreendimento e do terminal, a rodovia Raposo Tavares até o km 18,5 vai receber um corredor exclusivo para ônibus.
Segundo o estudo, pelo espaço vão circular micro-ônibus e micrões que vão levar os moradores até o terminal, de onde sairão linhas com ônibus maiores para o Metrô Butantã ou Terminal São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela e também para os terminais de ônibus Princesa Isabel (centro), Lapa (oeste) e Pinheiros (oeste).
O corredor da Raposo deve estar conectado ao corredor de ônibus da Avenida Escola Politécnica, também previsto pela prefeitura.
Atualmente, segundo o estudo, 19 linhas municipais servem a região, sendo que 10 diretamente onde estará o condomínio. Outras cinco linhas servem os bairros do outro lado da Raposo Tavares e mais quatro atendem a região do bairro Rio Pequeno, usando o eixo da Avenida Escola Politécnica.
A proposta é que duas linhas com ônibus maiores sigam pelo eixo da Avenida Escola Politécnica até os terminais Pinheiros e Lapa.
Três linhas devem seguir pela Raposo Tavares com destino aos terminais Pinheiros e Princesa Isabel e até a Estação Leopoldina, da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.
Haverá também uma ligação para o Terminal da Estação São Paulo-Morumbi com trajeto ainda a ser definido.
Contando com moradores, trabalhadores da região e usuários de linhas que vão fazer conexão, a estimativa é que o terminal receba de 48 mil a 50 mil pessoas por dia útil.
O terminal terá duas entradas de ônibus, uma pela Raposo e outra pelo condomínio.
Também será construído um viaduto para os ônibus acessarem a rodovia no sentido São Paulo.
O empreendimento é alvo de uma disputa judicial entre a prefeitura de São Paulo e Osasco pelas obras de compensação de tráfego e saneamento ambiental.
O município da Grande São Paulo alega que ao menos 3% do Reserva Raposo estão em seu território e que o número de pessoas e veículos vai prejudicar o trânsito na cidade.
Fonte: Diariodotransporte por:Adamo Bazani jornalista especializado em transportes

sábado, 29 de dezembro de 2018

Feliz 2019

Olá; Galerinha vou agradecendo a todos pelas vistas,comentários,sugestão,elogios,reclamações (rsrs), mas agradecendo sempre pela participação de todos.

Quem em 2019 possamos estar novamente conectados por todos os cantos do planeta (rsrs) sei que muitos de fora do nosso País acessa esse Blog e fico muito feliz por saber que posso viajar pra fora do País no coração de cada um, por isso Meu Muito Obrigado por Te-los aqui conosco, que em 2019 tudo de bom e melhor possa acontecer em Vossas vida e de seus familiares esses são os votos do Blog #MOBILIDADECOTIA e de seu Editor: Carlinhos Anicetoum forte abraço a todos.
2019 só esta chegando, teremos 365 dias para acreditar, e fazer o nosso melhor em cada dia .

Por: Carlinhos Aniceto

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

BRASIL: Valor do DPVAT tem redução média de 63,3% em 2019

Segundo Ministério da Fazenda, reduções ocorrerão de forma diferenciada conforme o tipo de veículo
Moradores do Residencial Nova Jerusalém fazem protesto e fecham o Eixo Monumental. A manifestação causou um enorme congestionamento no trânsito da cidade (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Os motoristas pagarão menos seguro obrigatório em 2019. O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Fazenda, aprovou hoje (13) a redução média de 63,3% do valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos (DPVAT) no próximo ano.
As reduções ocorrerão de forma diferenciada conforme o tipo de veículo. Automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, veículos ciclomotores e máquinas de terraplanagem, tratores, caminhões, pick-ups, reboques e semirreboques terão o DPVAT reduzido em 71%. No caso dos automóveis particulares, a tarifa cairá de R$ 41,40 para R$ 12.
Os ônibus, micro-ônibus e lotações terão o seguro reduzido em 79%. Já o seguro para as motocicletas e motonetas, que concentram a maior parte dos acidentes de trânsito que demandam o acionamento do DPVAT, cairá menos e ficará 56% mais barato.
Combate a fraudes
Em nota, o Ministério da Fazenda informou que a redução dos prêmios tarifários foi possível porque o montante de recursos acumulados atualmente é superior às necessidades do DPVAT. A pasta atribuiu a sobra de recursos ao combate às fraudes, que levou a uma redução significativa dos sinistros, e à rentabilidade das reservas do fundo que compõe o seguro.
O ministério informou ainda que os percentuais de redução variaram de acordo com o tipo de veículo para reduzir o subsídio às motos. Apesar de concentrarem 74% das indenizações, as motocicletas correspondem a apenas 27% da frota nacional.
Em relação aos veículos de transporte coletivo, a redução foi proporcionalmente maior porque o Conselho Nacional de Seguros Privados quis privilegiar os meios de transportes coletivos, que oferecem menos riscos em relação aos meios de transporte individuais.
Segundo a Fazenda, as reservas são mais que suficientes para garantir a solvência de longo prazo do Seguro DPVAT, que paga indenizações em torno de R$ 2 bilhões por ano.
O ministério também destacou melhorias na gestão da Seguradora Líder, administradora do seguro obrigatório, o que aumentou o rigor com as indenizações e reduziu os gastos com o DPVAT.
Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

COTIA: Atenção para as alterações de linhas - EMTU

A empresa EMTU/SP ,publicou no diário oficial de 22/11/2018 ,alterações nas linhas daViação Raposo Tavares no Metrô Butantã:

A linha 035 deixará de ser circular e voltará a ter ponto final no Terminal Metrô Butantã

As linhas que serão alteradas são as seguintes:
036TRO Vargem Grande Paulista/Jd. São Marcos – São Paulo/Metrô Butantã:
passará a ser: 036TRO Vargem Grande Paulista/Jd. São Marcos – São Paulo/Metrô Morumbi;
036BI1 Embu das Artes/Jd. Tomé – São Paulo/Metrô Butantã:
passará a ser: 036BI Embu das Artes/Jd. Tomé – São Paulo/Metrô Morumbi;
297TRO Cotia/Caucaia do Alto – São Paulo/Metrô Butantã:
passará a ser: 297TRO Cotia/Caucaia do Alto – São Paulo/Metrô Morumbi;
334TRO Cotia/Jd. do Engenho – São Paulo/Metrô Butantã:
passará a ser 334TRO Cotia/Caucaia do Alto – São Paulo/Metrô Morumbi;
543TRO Cotia/Jd. Santa Isabel – São Paulo/Metrô Butantã:
passará a ser 543TRO Cotia/Jd. Santa Isabel – São Paulo/Metrô Morumbi.
Todas as linhas são operada pela Viação Raposo Tavares, que faz parte do Consórcio Intervias. Ainda não há data para a alteração das linhas, visto que o Terminal de ônibus da estação São Paulo-Morumbi ainda está com as obras em andamento. A previsão de entrega é para dezembro deste ano.

Com estas cinco, já são seis linhas que já estão confirmadas na Estação São Paulo-Morumbi. A outra linha é a 823TRO Osasco/Recanto das Rosas – São Paulo/Metrô Morumbi, atual atendimento 492BI Osasco/Recanto das Rosas – São Paulo/Metrô Butantã, que irá virar linha autônoma. Esta linha, no entanto, ainda está em tramitação dentro da Secretaria dos Transportes Metropolitanos. A 492BI é operada pela Viação Osasco, do Consórcio Anhanguera.
Data ainda sem definição, a qualquer momento novas informações sobre essas mudanças.

Acompanhe pelo Twitter @MOBILIDADECOTIAe fiquem bem informado sempre....


Fonte: EMTU

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

PREVIDÊNCIA SOCIAL- INSS: Segurado deve manter endereço atualizado

Serviço está disponível nos canais remotos

Resultado de imagem para meu inss

Para receber as correspondências oficiais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é preciso manter o endereço sempre atualizado junto à instituição. Aposentados e pensionistas podem fazer a atualização de dados através do Portal www.inss.gov.br.
No link Todos os Serviços, o interessado encontrará a opção Atualização de Endereço de Beneficiário. É necessário informar dados como número do benefício, data de nascimento, CEP, nome completo e CPF do beneficiário.
A atualização de endereço de beneficiários também está disponível na Central  135 e no APP do Meu INSS, encontrado nas lojas de aplicativos.
Nova cidade – Ao mudar de cidade, o segurado deve solicitar a transferência do benefício para a nova localidade. Para isso, é necessário agendar o serviço na Agência do INSS mais próxima do novo endereço.
Para obter outras informações ou agendar serviços, o interessado deve ligar para a Central Telefônica 135, de 7h às 22h, de segunda a sábado, ou acessar o Portal www.inss.gov.br.
Fonte: MPS-INSS

EMTU: Corredor de ônibus Cotia-Itapevi nem saiu do papel,prometido para 2015.

Em 2013 a   EMTU  – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos anunciou a construção de um corredor de ônibus ligando Cotia a Itapevi, pe...

Postagens mais visitadas